terça-feira, 28 de junho de 2011

TEASER O OGRO

Animação de Márcio Júnior e Márcia Deretti, baseada na HQ de Julio Shimamoto e Antônio Rodrigues.


sábado, 25 de junho de 2011

BOICOTE A REDE RECORD

A rede Record de televisão por muitas vezes se mostrou apoiadora de causas importantes como a descriminalização do aborto. Mas recentemente ataca diariamente o kit contra a homofobia criado pelo Ministério da educação de forma tendenciosa e ultrajante. 

Esse kit foi elaborado não apenas pelo Mec, mas por ongs que trabalham diretamente com a questão da sexualidade de adolescentes e jovens, inclusive receberam um parecer favorável do conselho nacional de psicologia

Em países como o Reino Unido a discussão da homossexualidade ja começa na pré escola, onde dentre os materiais didaticos existem livros com personagens LGBT's. Alem disso contam com várias ações continuas de desconstrução do preconceito.

É uma vergonha que uma rede de televisão abuse da sua concessão pública e distorça os fatos em prol da manutenção de um preconceito vigente.

Vale frisar que os adolescentes LGBT's sofrem diariamente com a homofobia não apenas no meio escolar, mas em muitos casos parte da própria família e redes próximas, com isso não tendo o apoio pra driblar essa questão.

Convocamos os LGBT's, simpatizantes da causa e todos que não concordam com esse tipo de desserviço que boicotem todos os canais dessa rede.

Não podemos apoiar um canal que de forma ilógica distorce os fatos e polemiza algo que pode mudar e melhorar a vida de uma parcela da sociedade que vive a margem do medo.

Por fim segue um link da matéria exibida no domingo dia 22/05 falando sobre esse assunto.
 


(ACEITE NO FACEBOOK)

http://www.facebook.com/event.php?eid=121816177900878

(Por fim segue um link da matéria exibida no domingo dia 22/05 falando sobre esse assunto. )


http://www.youtube.com/watch?v=oYGm50WZRH4&feature=player_embedded

terça-feira, 14 de junho de 2011

DOIS PATETAS ESPATIFADOS

RUTH ROCHA, SERVE DE INSPIRAÇÃO PARA QUE O GRUPO TRUPICÃO RECRIE O UNIVERSO INFANTIL E ABORDE UM DOS TEMAS MAIS CAROS DE NOSSOS TEMPOS: A INCOMPREENÇÃO DO OUTRO.



Cada qual com uma vela acesa, na mão, exige que o outro apague sua velinha, mas nenhum dos dois quer ceder. “Cada um acha que pode exigir do outro o que não faz, e as ameaças vão crescendo”, sem que nenhum acordo seja feito, “até que acontece o inevitável”. O jogo entre as personagens de “Dois Patetas espatifados” - serve de gancho para um espetáculo inteligente, que coloca a platéia em contato com um dos maiores entraves das relações humanas: os conflitos de comunicação e a disputa pelo poder.



"Conflitos de comunicação e  disputa pelo poder."

O espetáculo, conta a história de dois sujeitos muito patetas, de nomes, Teimosinho e Mandão, que vivem cada qual, em seu barril de pólvora. Estes dois patetas transformam em uma verdadeira guerra, uma relação que – em outros termos – poderia ser gentil e civilizada. Cada qual com uma vela acesa, na mão, exige que o outro apague sua velinha, mas nenhum dos dois quer ceder. “Cada um, acha que pode exigir do outro o que não faz, e as ameaças vão crescendo”, sem que nenhum acordo seja feito, “até que acontece o inevitável”. O jogo entre as personagens de “Dois Patetas espatifados” - serve de gancho para um espetáculo inteligente, que coloca a platéia infantil em contato com um dos maiores entraves das relações humanas: os conflitos de comunicação e a disputa pelo poder. 

"Cada um acha que pode exigir do outro o que não faz."
Teimosinho e Mandão, não conseguem viverem próximos um do outro sem se digladiarem pelas mínimas coisas. Como se um mesmo substantivo não pudesse ter dois significados. E é na reflexão sobre os diversos significados possíveis desta brilhante obra literária infantil, que Sandro Freitas, usa e abusa destes dois personagens de Ruth Rocha, que por seus próprios nomes são definidos em suas posturas de vida.


domingo, 5 de junho de 2011

A FARPA COM A CIA. MÍNIMA DE TEATRO


1 e 12/06 [sábado e domingo] 
 Espetáculo: A Farpa – 21h
Grupo: Cia. Mínima de Teatro

Sinopse: Brigado com o pai, Júlio vai para a metrópole. Anos depois, ao voltar, percebe os sinais do tempo: pai e irmão caçula dementes, a irmã do meio confusa, a mais velha morrida, um noivo obsediado e os constantes lamentos de uma mãe sofrida.

Ingressos: R$ 15,00 (inteira) e R$

 7,00 (meia)

CENTRO MUNICIPAL DE CULTURA
 GOIÂNIA OURO.

ESPETACULO TEATRAL OLHO COM A OOPS

Foto Gilson Borges.

10/06 [sexta] - Espetáculo: Olho, com direção de Ivan Lima e atuação de João Bosco Amaral – 21h

Grupo: Cia. Teatral Oops!...

Sinopse: Adaptação do conto “Coração Delator”, de Edgar Allan Poe, Olho é um espetáculo que busca manter a essência narrativa do conto, com toda a atmosfera “noir”, “policial” e “terror” que o romântico Allan Poe propõe, na maior parte de suas obras. Para isto, juntaram-se ao texto inicial trechos de algumas obras de autores como Artaud, Shakespeare e Bacon.
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro

sexta-feira, 3 de junho de 2011

JUNHO AGITADO PARA A CIA. OOPS.


O mês de Junho na Oops!.. começa bastante agitado. No dia 10, a Cia. Volta aos palcos do Goiânia Ouro, às 21h, em sessão única com a Peça Olho, considerada por críticos, diretores, jornalistas e produtores culturais como a melhor peça de 2010, com destaque para a competente direção de Ivan Lima e atuação de João Bosco Amaral. Os ingressos para a peça custam R$10 e R$5.

Sinopse

Um Homem conta sua história para vários interlocutores identificados pelo pronome pessoal vocês. Como se estivesse dando um depoimento, ele explica como e porque cometeu o crime. Iago diz que após ouvir insistentemente o som do coração batendo ficou desesperado, não encontrou outra saída senão se entregar aos policiais.

O Homem dá seu depoimento até o final da história. Tal situação faz com que o interlocutor (neste caso os espectadores) assumam o papel de testemunhas da sua história. Esse Homem, que se chama Iago, várias vezes afirma que não é louco. Para provar que está falando a verdade, ele conta os detalhes do crime que cometeu procurando exaltar sua serenidade e lucidez.

Adaptação do Conto “Coração Delator” de Edgar Allan Poe, Olho é um espetáculo que busca manter a essência narrativa do conto, mantendo toda a atmosfera “noir”, “policial” e “terror” que o romântico Allan Poe propõe na maior parte de suas obras. Para isto, juntou-se ao texto inicial, trechos de algumas obras de autores como Artaud, Shakespeare e Bacon.

No mesmo dia, encerram-se as inscrições para a mostra competitiva do III Festival Nacional de Teatro de Goiânia – “O Teatro sob Pressão”, organizado pela Cia. Teatral Oops!.., que neste ano ainda tem inscrição para a Mostra Curta Mix, voltada para cenas curtas, performances e esquetes de artistas e Cias. De todo o país, com premiação em dinheiro, que variam de R$500,00 a R$1.000,00 para as três melhores cenas. As inscrições vão até o dia 28/06, e são gratuitas.

A Grande novidade deste ano é a Mostra Casa das Artes, uma parceria com o projeto Temporada Casa das Artes, que conta com patrocínio da lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Goiânia, que fará uma mostra com até oito grupos Teatrais da capital e do interior de Goiás. Os grupos selecionados receberão ajuda de custo, 50% da bilheteria e ainda concorrerão ao Prêmio de Melhor Espetáculo do Júri Popular, no Valor de R$1.000,00. As inscrições para esta mostra também são gratuitas.

Em anexo segue o Release e algumas fotos da peça Olho e os Regulamentos da Mostra Curta Mix, Mostra Casa das Artes e Mostra Competiva.


Informações:
(62) 4141-0500/ 8408-7294/ 8406-0060
www.ciaoops.com.br
ciaoops@hotmail.com ou oopsciateatral@gmail.com

João Bosco Amaral
www.ciaoops.com.br
www.colunainvertebral.blogspot.com